A Bagaceira Abre Suas Portas

Escrever todo dia sobre o Flamengo no Urublog é maneiro, mas o monopapo acaba enchendo o saco. O Bagaceira vai servir pra mudar um pouco de assunto. Deve ser o quarto ou quinto blog de variedades que eu faço e até hoje nenhum conseguiu passar do segundo post. Vamos ver se esse aqui aguenta um pouco mais. Felizmente, o Mengão Fuderosão Aniquilador de Domingão não é o meu único fetiche. Ainda temos música, cinema, literatura e sacanagem pra desenrolar uma estória.

Pra começar um soul das antigas em sua pouco conhecida versão original. Composto por Ed Cobb e gravado por Gloria Jones em 64, só bombou nos anos 80 com a muquirana duplinha inglesa de synthpop Soft Cell e em 1999 com o amalucado Marilyn Manson, que apesar da pinta esquisitona passa rodo e foi casado com a deliciosa Dita Von Teese que ilustra esse primeiro e esperançoso  post.

Amanhã, num horário mais apropriado, vou procurar outras bizarrices culturais pra dividir com os desavisados que aparecerem por aqui. Ouve aí diz se o som presta ou não presta.

Anúncios

11 Comentários

  1. Fala, Arthur!

    Cara, a original de “Tainted Love” com a Gloria Jones é muito boa mesmo. Já tive a oportunidade de dançar muito essa na Casa da Matriz e também de tocá-la ao atacar de DJ…

    E maneira a iniciativa do blog. Passei por algo parecido, só que, em vez de ter um blog dedicado somente ao Mengão, tenho um sobre “Lost”, a série. E aí surgiu a vontade de escrever sobre outros assuntos, e deu no que deu…

    Assim como faço com o Urublog, vou acompanhar atentamente a Bagaça. Sucesso em mais esse projeto!

    abraço e Saudações Rubro-Negras!

  2. Comec,ou bem o blog, caro Arthur! Ao menos, a trilha sonora e’ da melhor qualidade! Abc,!

  3. Começou com o pé direito, tem tudo para dar certo! Abraço e sucesso no novo blog!

  4. nossa nem tinha idéia que essa era a original. só conhecia a versão do softcell q adoro!

  5. Já começou bem o blog, Arthur. Essa foto aí da senhorita com o cachorro.. rsrsrs
    Tem uma versão bem legal de Tainted Love, duma banda chamada Shades Apart… o Rondi Ramone, lá do Urublog, deve gostar!
    abraço!

  6. Massa, Arturzão! Vai na fé!

  7. Trilha sonora de alta essa!
    Essa bodega já está linkad no meu blog, espero que passe, e muito, dos dois posts de praxe.
    SRN

  8. Faala Arthurzão!
    Sou seu seguidor no Twitter e acompanho na surdina diariamento o Urublog…na surdina pq são poucas as vezes q comento, mas leio todo dia!
    Sou fã das letras q vc manda lá e vou acompanhar esse blog aki tb pra ver q q vc vai mandar de bom pra nós aki…
    Vamos falar de outras coisas tb…pq Flamengo tá dando raiva!!!
    Primeiro post foi massa!!! Parabéns!!!

    Abração!!

  9. Já disse o falecido General Figueiredo: “Tem que fazer a abertura nem que seja na porrada!”. Então abra a Bagaceira e se o que Zico quiser… Parabéns! Bjs.

  10. Vc não é bobo não…pastime paradise e tainted love versão original, foram como dois de falta do galo!!! Golaço!!

  11. arthur, ouvindo esse soul das antigas mesmo (soh cohecia a versao dos 80), tava pensando…
    Po, a partir dos 60 essa era a musica americana (junto com o rock and roll). Depois , uns 10 anos depois, que veio a Disco , que virou new wave, que virou dance , que virou essa miriade de musicas eletronicas atuais.
    Estudamos as musicas dos seculos passados em relacao aas suas epocas no contexto social, cultural, politico. Acho que daria para fazer o mesmo com essas modernas, nao?

    Ou serah que nao tem correspondencia? sei lah… vou dormir pensando nisso.

    Valeu.


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s